800 915 488

(Chamada Gratuita)

Carrinho / 0,00 
0
0
Subtotal: 0,00 
Não existe produtos no carrinho.
Procurar

Como dizer a alguém de quem gosta que precisa de aparelhos auditivos

A preocupação é uma forma de demonstrar carinho pelos outros. No entanto, nem sempre é fácil materializar esse cuidado no que respeita a alguns assuntos mais delicados como, por exemplo, a necessidade de procurar ajuda para dificuldades auditivas. Este pode ser um tema tabu e até gerar algumas conversas desconfortáveis, mas acreditamos que quanto mais tarde for abordado mais consequências negativas pode vir a ter.

Ninguém gosta de sentir que está a perder capacidades ou que já não consegue ser independente em algumas tarefas quotidianas. Aceitar ajuda pode ser bastante complicado. No entanto, se acha está na altura de dizer a alguém de quem gosta que precisa de aparelhos auditivos, conheça as nossas sugestões para que a conversa leve o melhor rumo possível.

Use argumentos de peso

Antes de abordar este assunto procure informar-se sobre o mesmo. O primeiro passo para tentar convencer os outros de que os aparelhos auditivos podem ser a solução, é saber do que está a falar e ser uma fonte de informação fidedigna. Pode ser uma mais-valia para ganhar a confiança da pessoa em questão, mostrar que está inteirado sobre quais são os sinais de dificuldades auditivas e o impacto das mesmas, bem como pesquisar que tipo de aparelhos auditivos existem, respetivas funcionalidades e benefícios da sua utilização.

Encontre o momento certo

Um assunto sensível como este deve ser abordado num momento adequado para tal. Evite falar em público ou numa situação confusa. Estes momentos podem gerar nervosismo, ansiedade e até frustração para a pessoa em questão devido à sua dificuldade auditiva. Aguarde por um momento a sós, calmo com a pessoa tranquila e disponível para aceitar esta conversa.

Fale com empatia e carinho

Coloque-se no lugar do outro e mostre-lhe a sua total solidariedade. Mostre que está apenas a tentar ajudar porque quer o melhor. Use uma linguagem afetiva, sem ironias. Evite comentários depreciativos sobre a audição ou comparações que não são benéficas para a pessoa em questão.

Mostre o copo meio cheio

Adote um discurso focado nas vantagens de utilizar aparelhos auditivos e não dê tanta ênfase às dificuldades auditivas. Ou seja, enumere as situações que podem melhorar graças à utilização destes dispositivos como, por exemplo, a possibilidade de voltar a desfrutar de atividades, participar em conversas, falar ao telefone, ouvir a televisão sem colocar o volume no máximo e sentir-se integrado nos convívios com família e amigos. Mostre como a qualidade de vida pode melhorar significativamente e que os pontos positivos valem a oportunidade dada aos aparelhos auditivos.

Esteja disponível para ajudar

O caminho para uma melhor audição é mais fácil se for feito com companhia. O início pode ser um pouco assustador e a quantidade de informação existente pode acabar por sobrecarregar. Mostre-se disponível para estar ao lado de quem gosta durante todo o processo.
Será útil procurar a orientação de um profissional especializado para esclarecer todas as dúvidas e ajudar a encontrar uma solução personalizada.

Se a pessoa em questão ficou rendida aos benefícios dos aparelhos auditivos, então o tempo e dedicação investidos não foram em vão! No entanto, convém salientar, que a adaptação aos novos aparelhos auditivos pode não ser imediata. É importante continuar a apoiar a utilização destes dispositivos, até passar este período, mostrando sempre os seus benefícios e vantagens. Pode também alertar para a importância de uma rotina de higiene diária, com recurso a acessórios de limpeza que facilitam este procedimento e contribuem para a manutenção e melhor desempenho dos aparelhos.

Seja paciente, esteja sempre pronto a ouvir as preocupações e mostre-se disponível para acompanhar em futuras visitas à equipa de especialistas.

Imagens meramente ilustrativas.