800 915 488

(Chamada Gratuita)

Conta
Carrinho / 0,00 
0
0
Subtotal: 0,00 
Não existe produtos no carrinho.
Procurar

Exposição a ruídos no local de trabalho:
como minimizar?

homem exposto a ruídos no trabalho

Um ambiente laboral seguro é muito importante para o bem-estar e produtividade dos trabalhadores. A exposição a ruídos no local de trabalho é uma realidade em alguns setores comerciais e industriais.

Este artigo tem por objetivo explorar os principais riscos associados a esta problemática, bem como algumas medidas que podem ser colocadas em prática para minimizar os efeitos negativos.

Riscos de exposição

A longo prazo, a exposição prolongada a ruídos que ultrapassam os valores limite de exposição estipulados pela DIRECTIVA 2003/10/CE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 6 de Fevereiro de 2003, pode apresentar algumas consequências negativas para os trabalhadores que estiverem sujeitos a este ambiente sonoro no seu local de trabalho. Em prol do bem dos trabalhadores, as entidades empregadoras “devem introduzir medidas que protejam os trabalhadores contra os riscos devidos ao ruído”1.

Medidas de prevenção

A adoção de medidas de prevenção pode reduzir, com eficácia, as consequências da exposição ao ruído. Estas medidas devem ser consideradas “desde a fase de conceção dos postos e locais de trabalho, bem como pela seleção do equipamento e dos processos e métodos de trabalho, de modo a reduzir prioritariamente os riscos na origem.”1

Em mais detalhe, algumas medidas passam por:

  • ajustar máquinas e equipamentos para que produzam o mínimo de ruído possível;
  • colocar à disposição métodos de trabalho alternativos que protejam os colaboradores da exposição ao ruído;
  • localizar os postos de trabalho estrategicamente em relação à fonte de ruído, sempre que possível;
  • instruir os colaboradores a utilizar corretamente o equipamento de trabalho com objetivo de minimizar a sua exposição ao ruído;
  • utilizar técnicas como placas de insonorização, isolamento acústico ou redutores de ruído;
  • gestão do horário de trabalho otimizada para limitar a duração e intensidade da exposição com períodos de pausa adequados;
  • utilizar protetores auriculares próprios para trabalho que ajudam a reduzir o ruído.

Ações de sensibilização

A dinamização de ações de formação sobre os riscos da exposição ao ruído e respetivas medidas preventivas é muito importante. Os trabalhadores devem ter em seu poder o conhecimento necessário para se protegerem da melhor forma das consequências desta exposição.

Para tal, as entidades empregadoras devem passar informação sobre questões como a “natureza dos riscos, correta utilização dos protetores auriculares, práticas de trabalho seguras para minimizar a exposição ao ruído, utilidade e forma de detetar e notificar indícios de lesões auditivas”1, entre outras.

Conclusão

Podemos concluir que o ideal será, então, adotar uma abordagem abrangente que inclua a avaliação de riscos, medidas de prevenção, ações de formação e supervisão contínua.

Um ambiente de trabalho seguro é fundamental para o bem-estar geral dos colaboradores, para minimizar o risco de dificuldades auditivas, para beneficiar a produtividade e sustentabilidade das empresas e organizações.